Search
  • nádiamaria

Nada, senão o instante, me conhece

Se recordo quem fui, outrem me vejo,

E o passado é o presente na lembrança.

Quem fui é alguém que amo

Porém somente em sonho.

E a saudade que me aflige a mente

Não é de mim nem do passado visto,

Senão de quem habito

Por trás dos olhos cegos.

Nada, senão o instante, me conhece.

Minha mesma lembrança é nada, e sinto

Que quem sou e quem fui

São sonhos diferentes.

__

(Odes De Ricardo Reis)

Escreverás meu nome

com todas as letras,

Com todas as datas

- e não serei eu.


Repetirás o que me ouviste,

O que leste de mim,

e mostrarás meu retrato

- e nada disso serei eu.


Somos uma difícil unidade

De muitos instantes mínimos

- isso seria eu.


Mil fragmentos somos,

em jogo misterioso,

Aproximamo-nos e afastamo-nos,

eternamente

- Como me poderão encontrar?


Novos e antigos todos os dias,

Transparentes e opacos,

segundo o giro da luz

- nós mesmos nos procuramos.


E por entre as circunstâncias fluímos,

Leves e livres como

a cascata pelas pedras.

- Que metal nos poderia prender?


__

Cecília Meireles (Biografia)

NadiamariaArt.

  • NMPhoto FB
  • NMPhoto Instagram

© 2023 by Nádia Maria 

@nadiamariaphoto

nadiamphoto@gmail.com

nmartprints@gmail.com